PAULO PIRES CRITICA TVI E DIZ QUE "DOIDA POR TI" "NÃO FUNCIONA"

terça-feira, 14 de maio de 2013


Paulo Pires é um ator exclusivo da TVI, e pode ser visto na telenovela de fim de tarde "Doida por Ti". Agora que as gravações já chegaram ao fim, a estrela da TVI pronunciou-se sobre vários aspetos, inclusive um convite da SIC... 

Ser protagonista de uma novela de fim de tarde, depois de ter sido em várias novelas de prime time, sabe-lhe a... É uma experiência diferente. Não é o que um ator idealiza ou o horário que qualquer um de nós escolheria, mas a partir do momento que o produto está feito já não nos compete dizer nada. A pessoa tem de ser o mais profissional possível.

Sinceramente: não lhe sabe a pouco? Não sente que está a atuar na "segunda divisão"?
 Se me perguntarem: qual é o horário que prefere? Obviamente digo o prime time. Tenho a garantia de que à partida é o horário em que todas as pessoas podem ver.

"Doida por Ti" estreou-se em outubro com uma audiência média de 676 mil espectadores, posicionando-se no 11.º lugar entre os 15 programas mais vistos do dia. Já a 10 de abril a novela assinada por Maria João Mira atingiu o seu máximo, com 24,7% de share e 954 700 espectadores. Como avalia estes números? 
Não sei. Não faço grande leitura. Acho que se calhar uma das coisas para isso acontecer tem que ver com o horário. Eu também não sei as audiências dos "Morangos com Açúcar" para poder avaliar...

Nestes quase três meses de exibição, a novela tem uma média de 808 mil espectadores... 
Acima de tudo, acho que não podemos ser vítimas das audiências. Às vezes há produtos fracos que têm belíssima audiência. Acho que hoje em dia, e cada vez mais, há outras questões a ter em conta...

Tais como... 
Não só a fidelização dos espectadores mas também educar os espectadores, mesmo que isso não resulte. Tenho grande dificuldade em falar de audiências porque há pessoas que estudam estas matérias e seria de uma grande leviandade da minha parte estar aqui a falar...

Entendo, mas o Paulo, além de ser ator e trabalhar para o público e para uma estação de televisão, tem também uma visão de espectador... 
Sim, mas não lhe sei dizer por que razão uma novela não funciona. Se soubesse, candidatar-me-ia a um cargo diferente daquele que tenho.

A TVI decidiu recentemente reexibir "Doce Fugitiva" e a série de época "Equador". Preocupa-o a aposta em produtos antigos a ocupar a grelha generalista? "
Equador" foi uma série de grande investimento e por isso deve ser bem rentabilizada, é um produto que mais facilmente se pode rever. Se me preocupa? É preocupante para os atores e técnicos porque significa a desaceleração da ficção mas é preocupante também para a TVI. Um dos grandes sucessos da TVI, entre outras coisas, foi a forte aposta na ficção nacional. Esta ideia de televisão e da estreia nacional veio combater um espaço que havia há uns anos e que eram as estrelas das novelas brasileiras. Para que isso continue a acontecer é necessário que a ficção continue a ter um pulso forte. Se a ficção continuar com ritmo cardíaco mais lento, entramos numa fase mais desinteressante. 

Em 1996 voa para o Brasil, onde participa na novela "Salsa e Merengue", da TV Globo. Foi a sua primeira grande aventura e logo do outro lado do oceano atlântico? Eu nunca tinha feito nada em televisão. Quando fui fazer a novela, o Miguel Falabella disse-me: "Vai fazendo, que eu escrevo para ti." E eu pensei cá para mim: "Faço o quê? Eu nunca tinha feito televisão." O improviso é muito relativo [risos]. Não é um maçarico como eu que ia começar a improvisar, eu cresci a ver aquelas pessoas na TV e era difícil... Mas as coisas correram bem e no Brasil as críticas foram belíssimas. 

Gostava de voltar a fazer uma novela no Brasil? Tenho abertura para fazer qualquer coisa desde que seja interessante. Depois disso, surgiram duas oportunidades para fazer novelas no Brasil, mas não chegámos a consenso. Uma vez por datas e outra não chegámos a acordo. Gostei da experiência no Brasil, mas foi uma experiência difícil para mim. 

Por cá, em Portugal, imagina-se a mudar de estação? Deseja-o? Não é um desejo, mas ninguém diga "desta água não beberei". Tudo pode acontecer na vida das pessoas. Eu sou casado e não sei se um dia me vou separar. Creio que não, espero que não, mas a vida é assim. Ninguém sabe nunca o que lhe vai acontecer. Eu tenho tido até hoje uma boa relação com a TVI mas, antes, também tive uma boa relação com a SIC. Fiz a "Fúria de Viver" e também fiz projetos para a RTP. 

Já foi sondado pela SIC? Não lhe vou dizer e se tivesse sido também não lhe dizia. Porque acho que isso é deselegante. Não a sua pergunta, mas a minha resposta.

Fonte: Noticias TV


De referir que a telenovela portuguesa "Doida por Ti" da TVI, de que Paulo Pires é protagonista masculino, perdeu sempre contra a brasileira "Fina Estampa" exibida na SIC, e continua agora a perder contra outra brasileira, "Cheias de Charme" na SIC.


4 comentários:

  1. Os atores da TVI a velar pela sua carreira!
    Por isso os olhos estão na SIC!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Invente marianinha, para se proteger.... agora já não a vejo a comentar as audiências diárias, porque será? TVI a aumentar cada vez mais, e a partir do momento que estrear "O beijo do Escorpião", basta essa novela ter o mesmo sucesso que Belmonte, e a SIC está na lama.

      Eliminar
    2. A SIC só faz uma novela portuguesa por ano! Poupe-me!

      Eliminar
  2. A novela é confusa! Todos contra todos, muitos vira-casacas! personagens sem sentido! história confusa, os bons semrpe a serem prejudicados e os maus sempre a safarem-se! Muito chata a novela...

    ResponderEliminar

MARCAMOS O ARRANQUE DE CADA DIA: ÀS 07:00

COM: JÚLIA PINHEIRO E JOÃO PAULO RODRIGUES...

SIC LÍDER DO HORÁRIO NOBRE DESDE O INÍCIO DO ANO!

 
SIC Blog © 2012 | Designed by Bubble Shooter, in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions